2 de fevereiro de 2017

MINT TALKS | Voltar à Universidade


Há cerca de um ano resolvi voltar à universidade para fazer um Doutoramento. Quando acabei o Mestrado, passou-me pela cabeça continuar os estudos e seguir para Doutoramento. Mas, sinceramente, já estava um bocado cansada do mundo académico e queria passar pela experiência de trabalhar numa empresa. Tive a sorte de arranjar trabalho rapidamente e estive durante dois anos a trabalhar numa empresa da minha área. Foram dois anos muito bons, com imensa aprendizagem. E, claro, com muito mais tempo livre (acabaram os fins-de-semana de estudo, whoohoo!). A empresa onde trabalho começou como uma start up da Universidade do Porto e ainda mantém uma grande colaboração com a faculdade onde foi criada. Assim sendo, a certa altura, surgiu a oportunidade de eu fazer um Doutoramento em ambiente empresarial, ou seja, trabalho de investigação na universidade e na empresa. Se quiserem saber mais sobre este processo ou sobre as vantagens/implicações de tirar um Doutoramento digam, pois tenho todo o gosto de publicar sobre isso. No entanto, o post de hoje não é bem sobre isso.

Ora bem, quando deixei a universidade e comecei a trabalhar numa empresa, algumas coisas em mim mudaram. Tenho um bom ambiente de trabalho e colegas simpáticos, mas não deixa de ser um local mais "sério". E olhem que a minha empresa até é bem descontraída, comparativamente com outras empresas. Mas entramos de repente no "mundo dos crescidos" e começamos a lidar com pessoas mais velhas que nós. Assim sendo, não podemos dizer o que queremos e, muitas vezes, pensamos duas vezes antes usar algo que gostamos. Na faculdade, os nossos colegas eram aqueles amigos com quem podíamos estar à vontade e estávamos entregues a nós mesmos. Numa empresa estamos com pessoas que provavelmente vão olhar de lado para aquela nossa capa de telemóvel com unicórnios e purpurinas rosa. 


Esta semana voltei a estar com mais frequência na faculdade. No início do Doutoramento passei mais tempo a fazer trabalho na empresa, mas agora estou de volta ao instituto de investigação onde já trabalhei no Mestrado. Apesar de na faculdade ter uma carga horária muito maior, sabe mesmo bem estar com pessoas com quem já trabalhei e que têm a minha idade. Estar à vontade para dizer aquela piada ridícula, cantarolar enquanto escrevemos aquele trabalho aborrecido, rir às gargalhadas sem nos preocuparmos se estamos a incomodar alguém... Há quem ache que voltar à universidade depois de alguns anos é retroceder, mas para já está a ser uma lufada de ar fresco. Com isto não estou a dizer que há um sítio melhor do que outro, mas sim que ambos têm as suas vantagens. E poder estar num local onde sei que não posso estar à vontade, mas sim "à vontadérrima", deixa-me mesmo muito contente. Já estava esquecida que o meu laboratório tem um ambiente muito divertido e soube bem relembrar isso. 

Quem quer ouvir mais histórias sobre o meu trabalho? Querem saber como é a vida de um estudante de doutoramento? Digam-me coisas! 

5 comentários:

  1. Conta essa experiência de trabalhar e estudar. Eu tenho tantas saudades de estudar mas tanto medo de não conseguir chegar a todo o lado...

    ResponderEliminar
  2. Definitivamente, gostava muito de saber como é a vida de um estudante de doutoramento (:

    ResponderEliminar
  3. Boa sorte! :)

    Um beijinho,
    Mónica Rodrigues dos Santos
    http://cupcakewomen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito do post claro e por mim podes contar mais coisas que cá estarei para ler.:p

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Estou em Mestrado e, infelizmente, ainda não tive o meu 1º emprego. Adorei este post! Keep 'em coming! :)

    http://ruteritamaia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © A GIRL IN MINT GREEN, EST. 2014