22 de agosto de 2015

Events | The sweet summer holidays: Passadiços do Paiva

Para começar as férias em grande, resolvi ir aos Passadiços do Paiva no meu primeiro dia de férias. Eu adoro fazer caminhadas, seja onde for. Praia, campo, cidade, vale tudo. Nos tempos da Faculdade costumava andar imenso a pé, de casa para o metro e do metro para as aulas. Agora tenho de andar com o meu Peugeot 206 para todo o lado. Então pareceu-me uma excelente ideia passar um dia a caminhar com os meus amigos.
Os Passadiços do Paiva situam-se no concelho de Arouca, a cerca de 1 hora e pouco do Porto. O percurso dos passadiços é feito ao longo da margem esquerda do Rio Paiva e tem uma distância de 8.7 km. Este percurso tem dois sentidos possíveis: Espiunca - Areinho ou Areinho - Espiunca. Eu e os meus amigos quisemos fazer ida e volta, pelo que fizemos os passadiços nos dois sentidos. Decidimos que de manhã fazíamos o percurso mais exigente, que é o sentido Espiunca - Areinho porque tem subidas mais exigentes. Para almoçar, achamos boa ideia parar na Praia Fluvial do Areinho e depois do almoço fazíamos o sentido contrário. Estratégia definida, vamos a isso!

Espiunca - Areinho 


Passadiços-do-paiva-geopark-arouca

Tivemos imensa sorte com o dia, porque estava nublado e pouco calor, o que é óptimo para caminhar. Logo no início do percurso deu para perceber que era algo que prometia. Que sítio lindo! Com o Rio Paiva sempre lado a lado, o brilho das águas e o contraste da madeira dos passadiços com o verde da serra. Assim nem custa fazer exercício. Não dei pelo tempo passar, fui apreciando a paisagem e tirando algumas fotografias.

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca

Mais ou menos a meio do percurso chegamos à Praia Fluvial do Vau, onde está a famosa ponte suspensa. Atravessamos e paramos um pouco por lá, para comer e beber alguma coisa.

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca-praia-vau

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca-praia-vau

Retomamos o caminho tranquilamente e o cansaço já se começava a sentir, mas sem grande problema. Nessa altura já me passava pela cabeça "Opa isto não é assim tão difícil, aguento bem afinal!". Mas eis que surge a visão dos infernos.

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca-garganta

A Garganta do Paiva e os seus 450 degraus. Bom, uma coisa destas no final do percurso é para matar uma pessoa. Fiz tudo muito bem, excepto esta parte. Cheguei a ficar com falta de ar mais lá para cima e não fui a única, pelo que recomendo cuidado se tiverem algum problema de saúde. Lá me arrastei até ao topo e consegui chegar vitoriosa, estilo Neil Armstrong a pisar a Lua pela primeira vez. Whoohooo! Depois é fácil, sempre a descer até ao Areinho (e a ganhar consciência que no regresso vai ser a subir. Damn!).

Areinho - Espiunca 

Depois de comer umas belas sandes na Praia Fluvial do Areinho, era altura de regressar. E a subida inicial até ao topo da Garganta do Paiva foi bastante má. Para mim, esta parte do percurso é uma das mais desconfortáveis, porque é um pouco íngreme e em terra batida. Lá me faltou o ar outra vez. Mas depois foi descer a escadaria com um vento bem fresquinho pelas costas e a ver aquela vista maravilhosa.

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca

Passadiços-do-paiva-geopark-arouca

Foi um regresso muito tranquilo e fiquei com vontade de voltar novamente, principalmente para dar uns mergulhos na Praia Fluvial do Vau.

Agora algumas dicas para quem está a pensar ir aos Passadiços do Paiva:

- Chegar cedo, principalmente se forem num dia em que seja provável ter muita gente, como agora no Verão ou fim de semana. Pode ser complicado para estacionar perto da entrada;
- Levar roupa e calçado confortável, de preferência apropriados para caminhadas como por exemplo calçado de trail. Pode parecer óbvio mas vi muita gente de sandálias e chinelos;
- Água, muita água! Levem no mínimo 1 litro de água convosco. Existem bares nas pontas do percurso e alguns vendedores pelo meio, se eventualmente vos faltar.;
- Tenham convosco algo doce e calórico para uma quebra de energia. Levei bolachas de chocolate que foram preciosas. Se tiverem alguma fome antes de subir a escadaria, aconselho-vos a comer e a beber algo e só depois subir;
- Transportem as vossas coisas numa mochila, porque é a melhor forma de levarem tudo de forma a não prejudicar muito o ritmo da vossa caminhada. Vi várias senhoras de malinha ao ombro e isso não é nada confortável;
- Ir à casa de banho antes de iniciar o percurso: são 8.7 km e dura aproximadamente 2 horas e meia. Não é preciso dizer mais nada, pois não? Podem encontrar casas de banho no início e no fim do percurso.

Apesar de ter adorado a experiência, considero que existem alguns aspectos a melhorar:

- Manutenção das casas de banho, que estavam horríveis de tão sujas. Mesmo muito más, ao ponto de nem se conseguir entrar... Com a quantidade de gente que tem ido para lá, espera-se que tenham mais atenção a este aspecto e que limpem com mais frequência;

- Falta de sinalização para o local. Tendo em conta o buzz gerado em torno dos Passadiços do Paiva, estava à espera de chegar ao centro de Arouca e ver alguma sinalização a indicar o caminho até lá. E nada, nem uma placa. Está tudo bem indicado no site, mas acho que umas placas fazem falta porque pode haver alguém que não tenha GPS.

Quem também já foi aos Passadiços do Paiva? Gostaram?

12 comentários:

  1. Excelente post! Ando a magicar uma ida lá e realmente confirma-se o que já tinha pensado: é melhor esperar mais umas semaninhas e ir numa altura menos movimentada! A ver se faço preparação física antes de ir :p Parece realmente bonito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joaninha :)
      Sim, compensa esperar por meados de Setembro. Por um lado, menos gente e confusão. Por outro lado, um tempo mais fresco e melhor para caminhar! Vais adorar, tenho a certeza.

      Eliminar
  2. Adorei os Passadiços!! Foi uma grande aventura :)

    ResponderEliminar
  3. Que maravilha de reportagem! :D
    Se algum dia me lembrar de ir visitar esse sítio, já sei onde venho ver as dicas eheh

    http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se vieres cá ao Norte é um bom sítio para ir :)

      Eliminar
  4. Muito interessante, belas fotografias e um experiência que gostaria de levar a cabo.
    Gostei.

    ResponderEliminar
  5. Também já lá fui e adorei! Agora quero voltar no Inverno! Desde pequena que vou a Arouca e fico super feliz por ver toda a gente a ir lá! As fotos estão fantásticas.
    Descobri agora o teu blog e sou uma nova seguidora.

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também quero voltar no Inverno! Mas também quero voltar novamente no tempo quente, para fazer praia na Praia Fluvial do Vau :)
      Obrigada Helena! Vou também passar pelo teu blog**

      Eliminar
  6. Tenho ouvido falar imenso deste sítio ultimamente e fiquei ainda mais curiosa depois destas fotos magnificas.:)

    P.S.: tens aqui uma nova seguidora, parabéns pelo blog!

    beijinhos,
    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale muito a pena Daniela! Se puderes, vai até lá :)

      Obrigada e Beijinhos*

      Eliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © A GIRL IN MINT GREEN, EST. 2014